sábado, 26 de novembro de 2011

FALAR EM LÍNGUAS (MANIFESTAÇÕES ESTRANHAS)

A Paz do Senhor meus irmãos, bom quero usar esse pequeno espaço para mais um esclarecimento sobre um assunto mais que importante para edificação da igreja, O FALAR EM LÍNGUAS. Vou ser sucinto ao assunto, pois já postei aqui um estudo esclarecido sobre esse assunto (veja aqui). Existe o dom e o que se fala em línguas, coisas diferentes. Sobre o comportamento de falar em línguas, em 1Co 14 está descrito o que Deus espera do homem no uso desse dom. Outra coisa importante é que ninguém fica em transi, fora de si quando fala em línguas, quem tem o dom, fala inspirado pelo Espírito Santo, não fala por si, fala conforme o Espírito concede (At 2.4) Logo, todos tem domínio do corpo e do dom para fazê-lo de forma racional (com entendimento).  Quem fica em transi e fora de si são pessoas possuídas por espíritos de demônios, leia mais a bíblia que verá que isso é a verdade. Entretanto na minha própria igreja vejo manifestações não pouco estranhas, que condeno, pois a bíblia é clara, e fico também me perguntando qual o sentido de tais motivações, será apenas uma manifestação carnal, sem entendimento, impulso emocional ou será que as pessoas acreditam mesmo que isso seja uma manifestação do Espírito Santo? Pois bem o que vejo é pessoas simplesmente levantando as mãos e balançando como se fosse um chocalho e expressando lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá indeterminadamente, o que é isso? Que manifestação é essa? Se (lá) for uma sílaba, frase divina, esta pessoa não tem comunicação alguma com Deus, pois Deus não compartilha disso Mt 6.7  “E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos.Falar em línguas tem uma comunicação específica, na forma lingüística. Vejamos o que diz o mais famoso dicionário brasileiro: (línguas: s.f. Conjunto dos elementos que constituem a linguagem falada ou escrita peculiar a uma coletividade). Falar em línguas sem dúvida deve manifestar comunicação para com Deus, tanto para a edificação da igreja como a nossa (1Co 14.3,13,14). Então, não posso acreditar que tais manifestações como lá, lá, lá, lá, lá... ou essas gritarias descabidas e irracionais possam ser se não manifestações que não provem de Deus, carnalidade, ignorância bíblica ou mesmo manifestações racionais para confusão na casa de Deus para que não seja manifesta a verdadeira função do falar em línguas. Veja como a bíblia define falar em línguas, se são manifestações como estas ou são racionais na forma de entendimento, com uma real comunicação. Leiamos alguns trechos da bíblia:

 ---  Mc 16.17 – “E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas”. 

 ---   At 2.4 – “E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem”.  

---   At 2.11 – “Cretenses e árabes, todos nós temos ouvido em nossas próprias línguas falar das grandezas de Deus”.  

---    At 10.46 – “Porque os ouviam falar línguas, e magnificar a Deus”. 

--- At 19.6 – “E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas, e profetizavam”.  

---   1Co 12.10 – “E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas”.  

---   1Co 12.30 – “Têm todos o dom de curar? falam todos diversas línguas? interpretam todos?”.  

Falar em línguas é um dom concedido por Deus para nossa edificação, porém primeiramente da igreja, mas por que as pessoas não querem seguir os padrões de Deus? Sabe de uma coisa, infelizmente, assim como disse no estudo postado antes, o falar em línguas passou a ser um sinal de status para muitas pessoas, não um dom de revelação para a casa de Deus, eu falo em línguas, meu irmão não, eu sou melhor que ele. Muitas pessoas são umas caídas, desviadas mas falam em línguas e acham que por falar assim estão em comunhão com Deus. Não consigo compreender como as pessoas não conseguem esse discernimento da Palavra de Deus, Ela é simplesmente clara conosco. Na verdade é que existe a falta de comprometimento em querer ser instruído pela Palavra, a Bíblia é apenas um enfeite em nossas casas, não nosso manual de instrução dada por Deus para conhecê-lo. Que pena isso, como disse o profeta Oséias “Meu povo perece por que lhe falta conhecimento”, enquanto isso “irmãos” assim, incorrigíveis, cegos de entendimento, achando que estão no ápice da comunhão com Deus, continuam a banalizar os dons de Deus e escandalizar a igreja por sua ignorância bíblica ou mesmo fato consentido mesmo do erro. Veja o que Paulo diz aos Coríntios: 1Co 14.19 – “Todavia eu antes quero falar na igreja cinco palavras na minha própria inteligência, para que possa também instruir os outros, do que dez mil palavras em língua desconhecida”. 

Se você irmão que leu esta postagem e se vê nessa condição, mude de postura, agrade seu criador fazendo o que ele nos deu com amor, o servo fiel é aquele que faz as boas obras corretamente, tentando agradar ao Senhor, com prudência, discernimento e compromisso, não sendo imprudente nem negligenciando a verdade do evangelho, fazendo dela uma distorção. Veja isso também 1Co 14. 27,28 – “E, se alguém falar em língua desconhecida, faça-se isso por dois, ou quando muito três, e por sua vez, e haja intérprete; Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus. Meus irmãos, escrevi isso para que não erreis mais dentro da casa de Deus, está aí, simples, fundamentado puramente na palavra do Senhor, a partir de hoje, sabendo dessa verdade, se corrija no amor de Cristo e faça como Paulo ensinou, dentro do texto e contexto do assunto falar em línguas, 1Co 14.39,40 – “Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar, e não proibais falar línguas. Mas faça-se tudo decentemente e com ordem”. Que mais essa mensagem possa ter sido esclarecedora para vocês. 

5 comentários:

Gabi disse...

Olá desejo que o Senhor continue abençoando este trabalho. abraços fique na paz do Senhor Jesus.
www.mensagensedificantes.com

karina disse...

parabens pela postagem, a biblia é bem clara acerca do dom das linguas estranhas, e que o espirito santo de Deus não toma a mente de ninguém, mas os demonios sim, não só tomam a mente mas tratam seus adeptos como cavalo dele, ja o espirito santo é educado e so vem com um convite nosso para que entre em nossas vidas, gostei muito do seu blog tem muitas coisas interessantes, depois estarei lendo as outras postafens tambem, pois eu acredito na liberdade de expressão e ainda mais baseado na palavra de Deus, estou te seguindo, aceita parceria?

janaina Souza disse...

Concordo plenamente!
Tudo que eles sentem são emoções da carne e nada tem haver com o Espírito Santo.
Não precisa ter muito conhecimento para ver isso.Não sei como eles não se sentem incomodados com tanta doideira e ainda ter a coragem de dizer que é Deus baseado no pentecoste.
Pretendo falar sobre isso no meu blog.

Anônimo disse...

Eu estou no 14:19 de 1 Coríntios. TOTAVIA EU ANTES QUERO FALAR NA IGREJA CINCO PALAVRAS NA MINHA PRÓPRIA INTELIGÊNCIA,PARA QUE POSSA TAMBÉM INSTRUIR OS OUTROS, DO QUE DEZ MIL PALAVRAS EM LINGUAS DESCONHECIDAS. EU QUERO SER ADULTA NO ENTENDIMENTO.

hugo daniel disse...

Parabéns pela postagem,eu também creio,e aprendi que as coisas de Deus,são feita com ordem e decenssia. E tudo que assim excede a s coisas de Deus não provem do nosso SENHOR . .

Postar um comentário